sábado, 30 de junho de 2012

Resenha: O menino do pijama listrado

Até onde a inocência pode levar uma criança?

Silêncio, é o que se pode sentir ao ler um livro contado da perspectiva de uma criança. O livro que se passa na Segunda Guerra Mundial, traz a história contada aos olhos da inocência, declarando a verdade nua e crua.

Demorei para ler o livro. Da primeira vez que peguei-o na biblioteca, acabei devolvendo sem ler. Mas eu precisava lê-lo, então voltei a pegar novamente. Eu esperava uma história diferente, e ao perceber onde  a história estava me levando, me vi totalmente surpreendida.

A história: O livro traz a história de Bruno, uma criança filho de um comandante nazista. Ao ver-se tendo que se mudar de sua bela casa para um lugar desagradável, passa a se revoltar em segredo contra seu pai. Como era um menino curioso, a cerca que limitava seu quintal sempre o chamou atenção. Até que um dia ele resolve ver quem eram as pessoas que usavam pijamas iguais. Como se sentia muito sozinho, acabou criando laços de amizade com uma das crianças vestidas com o pijama. Inocente, Bruno não sabia o que estava acontecendo no mundo, nem qual era o trabalho de seu pai, muito menos quem eram as pessoas de pijama listrado. Esconder isso de Bruno funcionou por um tempo, mas talvez tenha sido isso o que o tenha levado ao destino que teve.

A história é crua e direta. Confesso que escrever essa resenha e relembrar da história da um peso no coração. O livro é realmente ótimo, triste, claro. Mas vale a pena.

Alguém aí já leu, ou tem vontade de ler? Se leu, gostou?

6 comentários:

  1. Já ouvi falar bastante desse livro; a história parece ser muito boa, bem verdadeira.
    Ótima resenha ^^
    Beijinhos ^-^
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu adorei esse livro, é bem isso mesmo, ótimo, porém triste. Achei maravilhoso ver os horrores do Holocausto pelos olhos doces de Bruno.

    Um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre vejo resenhas positivas, mas ainda não consegui ler o livro. Eu sei que a história é bem triste, então vou deixando para ler depois. Mas, depois de tantos elogios, eu preciso ler.

    Beijos,
    Gaby
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, você não vai se arrepender. E como o livro é pequeno, da para encaixa-lo no seu cronograma se ele for apertado, :)

      Excluir
  4. Já li e é um livro excelente!!! Me emocionei!

    ResponderExcluir
  5. Martha, vi o filme e fiquei tão emocionada... Pensei durante dias e dias naquelas crianças, em sua pureza, inocência... E imagino o impacto que o livro nos deve causar.
    Obrigada pela indicação.
    Bjo :*

    ResponderExcluir